Buscar
  • Áurea Comunicação

Dicas de decoração para um apê com pets


Dicas de decoração para um apê com pets

Nós que amamos um pet, sempre queremos o nosso bichinho cada vez mais perto da gente, afinal, ele também faz parte da família e, como todo membro da família, ele precisa do seu espaço. Desse modo, tanto humanos quanto animais podem conviver em paz e ter uma vida feliz, saudável e próspera. Talvez por estresse ou inquietação, os animais podem causar muita sujeira e estragos, e não tem jeito, a única forma de contornar o lado incômodo dessa relação é ocupando e adaptando o apê para o convívio com animais:

Garanta que o piso seja antiderrapante Sabendo-se que cães (de modo mais intenso) e gatos vivem às carreiras pelos cômodos do apartamento, a capacidade de aderência ao piso é um item a ser considerado. Caso essa superfície seja muito lisa, é possível que eles não consigam se equilibrar da forma adequada. Podem, em última instância, sofrer algum dano nas articulações — especialmente animais com idade avançada. Prefira um sofá resistente Não há móvel mais sujeito à fúria de cães e (principalmente) gatos do que o sofá. Não apenas porque eles adoram tirar uma soneca nesse local, muitas vezes sem apresentarem as melhores condições de asseio, como podem tacar-lhe os dentes ou as unhas sem o menor aviso. Sem contar os acidentes do tipo “comi demais”, bolas de pelos e por aí vai. Não dê bobeira com os enfeites Sabe aquele porta-retratos maravilhoso colocado sobre a estante? Se abrigar gatos em casa, ainda mais sapecas, considere o risco de vê-lo espatifado no chão qualquer dia desses. O mesmo vale para vasos de plantas. Em alguns casos, é possível deixar seus itens decorativos fora de alcance; noutros, não. Em situações extremas (quando há um gato verdadeiramente inquieto por perto), o jeito é eliminar certos objetos. Ou exibi-los em cristaleiras protegidas por vidro, por exemplo. Do contrário, a chance de ocorrer acidentes aumenta. Tenha um espaço só deles Muitas vezes, o pet está apenas estressado; ou precisa realmente gastar energia. A melhor maneira de evitar que gastem no lugar errado é providenciando um espaço só deles. Se você possui espaço no quarto, é possível que o pet fique melhor acomodado em um cantinho desse aposento. O legal é que existem móveis sob medida para você abrigar seu cãozinho no quarto com todo o conforto e estilo. Se usar a criatividade, também é possível solucionar o problema sem maiores dificuldades.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo